© 2016-2019 - Anhangabahy - São Paulo/SP - Todos os direitos reservados

por KW Comunicação

  • Deezer - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Apple Music - Black Circle
  • Google Play - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Sobre a Banda

O Anhangabahy é encabeçado por Hévelin Gonçalves, Rui Condeixa Xavier e Wady Issa Fernandes, artistas de práticas múltiplas, no teatro na literatura e na música, que se uniram para dar voz às canções de Condeixa.


O universo musical das composições bebe da variedade da música popular brasileira, com forte presença do samba, passando pela canção carnavalesca, o bolero e mesmo o rock, numa relação de releitura e trânsito livre pelas nossas tradições musicais.

Anhangaba-y: (em tupi) ribeirão das almas, rio dos espíritos, bebedouro das assombrações

Foto de 1892 da Inauguração do Viaduto do Chá

O nome do grupo faz referência ao rio que costumava cortar o vale do Anhangabaú, e algumas
das suas canções se referem ao passado e à natureza escondida na cidade. As canções do
Anhangabahy falam da loucura do tempo presente, da vida na metrópole, do amor nos tempos
modernos, da história e da situação política. É um trabalho marcadamente apoiado na força da
palavra cantada, no trabalho poético das letras, e na mensagem, que pode vir na forma de
reflexão, de piada ou protesto.

Rui Condeixa Xavier

Rui Condeixa, paulistano, além de cantor e compositor é ator e diretor de teatro, e escritor no gênero do romance, da poesia e da dramaturgia, com dois livros publicados (Metamorfoses Privadas/2012 e Cão/2013) e várias peças encenadas.

Hévelin Gonçalves

Hévelin saiu aos dezoito anos do estado de Rondônia, onde passou a adolescência, e veio a São Paulo, ser cantora de forró e trabalhar em teatro – é atriz, educadora, atua em movimento social de moradia.

Wady Issa Fernandes

Wady, nascido em Uberlândia e crescido em São Paulo, é cantor e compositor, tem formação em teatro, e em 2011 lançou seu álbum autoral de estreia chamado "Dessambando".

 

anhangabahy